PUBLICIDADE

Assistência Social abraça o projeto Criança Feliz

thumbnail_DSCF0601
Fortalecer o vínculo familiar para que as crianças beneficiárias do Programa Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada se desenvolvam, possam superar a pobreza e tenham melhores condições no futuro. Este é o principal objetivo da equipe do Programa Criança Feliz que recebeu orientações sobre o programa, nesta quinta –feira, 09/11, da supervisora Júlia Zanela, assistente social da Secretaria Municipal de Assistência Social. 
 
thumbnail_23471982_385571145223047_4594854414616911593_n
Os Visitadores estão sendo capacitados para realizar acompanhamento periódico às famílias com gestantes, com crianças beneficiárias do Programa Bolsa Família, que tenham crianças com idades entre 0 e 3 anos beneficiárias do Bolsa Família , e com crianças de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Com as intervenções que serão realizadas pelo Programa, as famílias receberão informações sobre como estimular a criança nos primeiros mil dias de vida.
 
As crianças bem estimuladas no início da vida, explicou, chegarão à escola preparadas para aprender e estudar mais. Além disso, elas terão acesso a melhores oportunidades. “Queremos que essas crianças sejam mais felizes e ajudando a seus pais a saírem da pobreza”, afirmou.
 
Segundo o prefeito Dr. José Roberto de Oliveira, com a adesão ao programa, o município se compromete a oferecer o melhor para as crianças, e é importante começar pelo início da relação materna, com a construção de vínculos, garantindo a proteção de nossas crianças e evitando as ocorrências de negligência que vem sendo identificadas em nosso município. Por isso, é muito importante que atitudes de proteção sejam tomadas desde o início da vida de nossas crianças. Além disso, o programa tem estreita relação com as políticas de educação e de saúde, e temos a certeza que faremos a diferença, construindo uma ponte para que estes serviços cheguem a estas famílias “ proporcionando o crescimento mais saudável e maior segurança e autonomia para que as crianças de baixa renda possam concorrer de igual para igual com qualquer outra criança”.
Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Leopoldina, Iago Xavier

Deixe seu comentário

Posts relacionados

BUSCA

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

PUBLICIDADE

MAIS ACESSADOS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

NOTA DE FALECIMENTO