Sala do Empreendedor é inaugurada em Leopoldina

Aconteceu nesta sexta-feira, dia 14 de abril, a inaugurada a Sala do Empreendedor no local onde funciona o UIAITEC na Rua Vinte e Sete de abril. O evento recebeu um bom número de presentes, incluindo empresários, políticos, membros da sociedade. O mestre de cerimônia foi o Felipe Almada, que será uma dos responsáveis pela sala e na abertura aproveitou para pedir ao Secretário Municipal de Esporte, Lazer e Turismo, Edvaldo Franquido, para falar sobre o Trem Minas Rio que está prestes a funcionar entre Cataguases e Três Rios, que atenderá a 10 municípios e só e Leopoldina irá passar em 5 estações em Leopoldina ( Vista Alegre, Abaíba, Ribeiro Junqueira, São Martinho e Providência), conforme as palavras do secretário que ainda disse que a primeira viagem deverá ser em homenagem ao Marcinho Pimentel que era um incentivador do Turismo na nossa cidade.   

Na sequência a responsável pela Junta Comercial de Leopoldina, Neli Valverde, falou a importância da implantação da sala e parabenizou o prefeito pela sua luta nesse sentido, mencionou que hoje Leopoldina tem 1.717 empresas ativas e mais de 2000 MEI – Micro Empreendedor Individual em atividade, ressaltou que o convênio para essa sala está presente em 200 municípios e disse que entre todas as juntas comerciais do estado Leopoldina se destacou em primeiro lugar pelos serviços realizados. Martino Luthero, coordenador do Curso de Administração da Faculdades Doctum um parceiro nesse projeto, na suas palavras colocou a entidade a disposição, não só com o seu curso, mas pelo curso de direito, está à disposição dos novos empreendedores e ressaltou que enquanto no Brasil há os que se destacam por reclamação, Leopoldina se destaca por ação (agindo em prol do desenvolvimento). 

O Tenente Cantelle, do 4º Pelotão do Corpo de Bombeiros de Leopoldina falou sobre o esforço para o desenvolvimento da região, falou sobre uma cartilha em parceria com a Junta Comercial, Corpo de Bombeiros e SEBRAE que dá orientações sobre o licenciamento das empresas está disponível no site da Junta, ressaltou que o pelotão está pronto a ajudar e orientar a todos, em outro momento ressaltou a importância dos Micro Empreendedor Individual, que pode ter dispensa de alguns itens por executar seu serviço em casa. 

O Secretário de Desenvolvimento, Valter Matos, contou a história do espaço e disse que foi adquirido, através de desapropriação, em 2008 com o nome de CVT e em 2015 mudou para UAITEC. Ressaltou que a luta é para capacitar as pessoas, incentivar o progresso e os empreendimentos da cidade, que apesar das dificuldades, Leopoldina avança. 

O representante do SEBRAE, na região, Marco Antônio Mendonça, falou sobre a importância da capacitação e preparação das pessoas para o turismo com a vinda do Trem Minas Rio, lembrou que há 152 tópicos para serem trabalhados nesse sentido. Falou que o SEBRAE e um parceiro da Prefeitura e disse que a Sala do Empreendedor é um avanço para cidade. O mesmo disse que Leopoldina tem tudo para crescer pois, é uma das únicas cidades que tem uma incubadora tecnológica na região e que através das entidades de classe como SEBRAE, Associação Comercial, através das instituições parceiras como Doctum, CEFET, UNIPAC, UAITEC tem potencial pra fomentar o desenvolvimento, a seguir  convidou a responsável pela sala em Cataguases, Leandra, para falar da sua experiência naquele município. A mesma ressaltou que o empreendedorismo é uma novidade a cada dia, que surgem novas ideias, novos idealizadores e que se Leopoldina cresce, Cataguases cresce, que é preciso trabalharem juntas e que está à disposição para colaborar com a unidade aqui instalada. 

A vereadora Kélvia Raquel falou aos presentes sobre a importância dessa sala na orientação e ajuda os novos empreendedores, citando inclusive as artesãs que ali estavam, levadas por ela, que fazem seus trabalhos manuais e artesanais e que muitas vezes não tem o conhecimento necessário para ampliar e valorizar seus serviços, dando mais visibilidade e aumentar as vendas.
O Presidente da Câmara de vereadores de Leopoldina, Darci Portela, parabenizou o prefeito e sua equipe pela conquista e disse que é uma semente que está sendo plantada e que germinará e trará muito orgulho para todos.  

Jose Dantas, Coordenador Estadual das Unidades UAITEC falou que as palavras de ordem hoje são:  desenvolvimento, tecnologia e empreendedorismo, destacou os cursos online e presenciais da unidade de Leopoldina e disse que são 112 polos em todo o estado e disse que Minas Gerais é o único estado com saldo positivo na geração de empregos e que tem a participação das unidades UAITEC.  

Encerrando a solenidade usou da palavra o Prefeito José Roberto, que iniciou o seu discurso agradecendo aos leopoldinenses pelos seus cinco mandatos, ressaltou que desde o seu primeiro governo priorizou os mais carentes e que nem todos os seus objetivos foram alcançados. Falou que a política tem seus nuances, tem ódio, paixão, realizações, decepções, que sempre esteve à frente para tentar alavancar a política da nossa cidade.  Falou que há a política de qualidade e de maledicências e disse que fica triste por ter recebido já nesse mandato quatro moções de repúdio da Câmara de Vereadores e por outro lado em Cataguases recebeu a honra de ser Cidadão Honorário daquele Município, demonstrando a diferença da visão de lá e de cá. Contou um pouco de sua trajetória e ressaltou que sempre agiu pensando em ajudar as classes menos favorecidas, tanto como prefeito e principalmente como médico. Disse que muitos falam que ele não gosta de turismo, de esportes, cultura e muito outras coisas mais, mas que o seu empenho, sua história demonstra que não é a realidade, falando da emoção de ver o trem Minas Rio sendo implantado e que esse projeto não tem custos para o município e que irá gerar frutos no futuro e que temos que aproveitar essa oportunidade e que está fazendo reuniões com os locais aonde o trem irá passar para incentivar e informar aos moradores da área a importância para eles desse projeto. Contou dois casos em que ele se sentiu emocionado, um da área médica de um acidente há mais de 35 anos atrás onde a pessoa contou um fato que ele não se lembrava e outro de uma pessoa ao qual ele ajudou durante algum tempo e hoje o filho dessa pessoa disse que a sua ajuda lhe transformou em um engenheiro, ressaltou que não era campanha eleitoral, por isso contou os fatos, pois, não era para angariar votos ou simpatia. Encerrou dizendo que irá parar sua carreira política, mesmo sem vontade ressaltando que desejaria e deseja ser um colaborador da cidade, mesmo longe da política. Agradeceu alguns vereadores que ajudam ao governo e que estavam ali como: Valdair Costa, Darci Portela, Kélvia Raquel, Rogério Machado, Hélio Braga e disse e encerrou dizendo “obrigado Leopoldina”.


Deixe seu comentário

Posts relacionados