PUBLICIDADE

CPI da Câmara de vereadores de Leopoldina faz primeira reunião e elabora plano de Trabalho

image

A primeira reunião aconteceu no dia 12 de setembro à tarde, na sede da Câmara, e serviu para definir as funções a serem desempenhadas pelos membros da CPI, bem como elaborar um roteiro das atividades que serão desenvolvidas já nesta semana. Como primeiro ato formal, será encaminhada uma comunicação oficial ao Chefe do Executivo sobre a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito.

Comissão Parlamentar de Inquérito, instalada pelo Poder Legislativo, através da Portaria nº 22, de 12/09/2017, assinada pelo Presidente da Câmara Municipal, vereador Darci José Portella, para apurar a gestão da frota de veículos da Prefeitura de Leopoldina, já iniciou seus trabalhos. A primeira reunião aconteceu hoje à tarde, na sede da Câmara, e serviu para definir as funções a serem desempenhadas pelos membros da CPI, bem como elaborar um roteiro das atividades que serão desenvolvidas já nesta semana.

Inicialmente, foi decidida a função de cada membro da CPI: Presidente – Rogério Campos Machado, Relatoria – Kélvia Raquel de Souza Ribeiro Santos e Secretário – João Jacques Freire Junqueira Villela. Em seguida, foi elaborado um cronograma de trabalho que prevê reuniões da comissão durante toda a semana. Às terças-feiras, os membros da comissão vão se reunir para análise dos documentos e de quarta a sexta-feira, serão realizadas as oitivas e outros procedimentos que a comissão julgar necessários.

Ficou decidido entre os membros da CPI que, com exceção das reuniões de terça-feira, as demais acontecerão no plenário da Câmara, com toda a formalidade de uma sessão ordinária e serão abertas ao público, no período das 14 às 18 horas.

Durante a apuração, os membros da CPI serão auxiliados por servidores da Câmara Municipal, entre eles Selmo Santana e os advogados Wesley Moraes Botelho, Emanuel Araújo de Azevedo Antunes e Genovan da Costa Coelho.

Segundo ficou decidido na reunião, as oitivas já começarão na quarta-feira da próxima semana. Foi elaborada uma relação prévia das pessoas que serão chamadas para depor, mas os nomes ainda não foram divulgados. Durante a semana, os membros da comissão prosseguirão com as análises dos documentos que serviram de embasamento para a instalação da CPI.

Como primeiro ato formal, será encaminhada uma comunicação oficial ao Chefe do Executivo sobre a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito. O trabalho de apuração dos fatos terá a duração de 90 dias, ao final dos quais a comissão apresentará um relatório conclusivo para apreciação dos vereadores.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Câmara de Vereadores de Leopoldina


Deixe seu comentário

Posts relacionados

BUSCA

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

PUBLICIDADE

MAIS ACESSADOS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

NOTA DE FALECIMENTO