PUBLICIDADE

“Curva da morte” em Pirauba recebe quebra molas para evitar novos acidentes

curvadamorte

Na última segunda feira, na MG 353, no trecho conhecido como “Curva da Morte”, em Piraúba aconteceu à construção de quebra-molas para evitar o excesso de velocidade, uma prática comum dos motoristas e motociclistas naquele local.

A colocação é uma reivindicação de vários setores da cidade de Piraúba que nos últimos meses presenciaram alguns acidentes graves e mortes no local.  Depoimentos de alguns moradores, empresários e pessoas da comunidade de Pirauba ao site da cidade netnoticias demonstram que a medida foi bem aceita:

O empresário Batista disse: “A construção desse quebra-molas foi muito esperado, e isso irá salvar a vida de muitos”.

Um morador do local de nome Serginho afirmou: “Agora vai ficar mais seguro passar por aqui, eu que utilizo essa rodovia todo dia e via os carros passando por aqui quase me atingindo, agora fico mais tranqüilo”.

A solicitação ao DER MG foi intenso pedido a colocação dos quebra-molas, ofícios esses oriundos da Prefeitura, de deputados, de loja Maçônica e de empresários que se uniram no objetivo de evitar novas tragédias no local.

No local tivemos o registro de vários acidentes como: no dia 19 de maio de 2016, um caminhão carregado de lajotas com placa de Ervália, vindo de Guarani saiu da pista e bateu em uma árvore após o motorista não conseguir fazer a curva.

Em 30 de julho de 2017 três pessoas morreram em um acidente. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros de Ubá, a vítima trafegava em um Fiat Palio quando a condutora, 24 anos, teria perdido o controle do veículo em uma curva, saiu da pista, e bateu contra uma árvore às margens do km um da rodovia. A motorista, que estava presa às ferragens, foi retirada pela guarnição consciente e conduzida para o Hospital Santa Izabel, em Ubá. Já os outros três ocupantes não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

No dia  13 de agosto um veículo com placa da cidade de Belmiro Braga, trafegava no sentido Guarani/Piraúba, quando a condutora perdeu o controle da direção, vindo a passar direto na curva e cair em uma ribanceira. Neste caso havia uma senhora de 44 anos e suas duas filhas, não houve registro de morte.

Fonte: Netnoticias


Deixe seu comentário

Posts relacionados

BUSCA

Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

PUBLICIDADE

MAIS ACESSADOS

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

NOTA DE FALECIMENTO