A Família Dionti: filme gravado em Muriaé e cidades da região recebe prêmios 5 festivais

O longa-metragem “A Família Dionti”, produzido com o apoio do Polo Audiovisual da Zona da Mata de Minas Gerais e rodado em Muriaé, Cataguases, Leopoldina e Recreio, tem se destacado nos festivais que participa e já ganhou 5 prêmios, sendo três deles internacionais. As informações são do site do jornalista Marcelo Lopes.

O filme já conquistou o prêmio de Melhor Filme pelo júri popular nos festivais de Brasília e de Lisboa, em Portugal, Melhor Roteiro pelo júri técnico em Bologna, na Itália, Melhor Ator (para Murilo Quirino), em San Diego, nos EUA, e Melhor Filme pelo júri técnico da 3ª Mostra de Cinema de Gostoso, no Rio Grande do Norte.

No longa, o diretor e roteirista Alan Minas aborda o tema universal do primeiro amor. Na trama, o jovem Kelton vive em um sítio no interior de Minas Gerais, junto do irmão e do pai. Eles sofrem com a ausência da mãe, que, literalmente, evaporou, se derreteu de amor. Mas a chegada de uma garota de circo ao vilarejo vai mudar a rotina da família.

No elenco estão jovens talentos locais, com destaque para Murilo Quirino, Bernardo Lucindo e Anna Luíza Marques, além de artistas renomados, como Antônio Edson, do Grupo Galpão, Gero Camilo e Bia Bedran, entre outros.

“A Família Dionti”, entra em cartaz em Cataguases, nesta quinta-feira (4) e será exibido até o próximo dia 10, sempre às 17 horas.

“A Família Dionti” foi produzido com o apoio do Polo Audiovisual da Zona da Mata de Minas Gerais em parceria com Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho, Energisa e Fábrica do Futuro.

Fonte : Rádio Muriaé/Marcelo Lopes

edc5714499f8b6f06d77afb90138789a.02


Deixe seu comentário

Posts relacionados