Noção de repúdio foi apresentada e aprovada na Câmara de Leopoldina nessa semana ao Prefeito José Roberto e ao Secretário João Paulo

Nesta semana duas moções de repúdio foram aprovadas, não por unanimidade e não há no site da Câmara quais os vereadores que votaram a favor ou contra as mesmas, endereçadas ao Prefeito José Roberto de Oliveira e ao secretário de governo, João Paulo do Vale Fófano devido a enviarem uma resposta aos requerimento 116 e 120, de autoria do vereador Rosalvo Flauzino e no qual eles sugerem que o vereador inspeção in loco no setor. Ou seja, que o vereador fosse até a sede da prefeitura e verificasse os documentos e as informações pedidas.

Na realidade nota-se que houve um erro de copiar e colar, nas respostas padrões da prefeitura a alguns requerimentos feitos por vários vereadores e no caso do vereador Rosalvo Flauzino, o desrespeito é que o documento foi protocolado na Câmara dias após o seu falecimento, que ocorreu no dia 13 de julho deste ano.

O autor do requerimento Jacques Villela acredita ser um desrespeito a memória do vereador e a sua família e por isso propôs a moção de repúdio, como era de se esperar não houve unanimidade na mesma e alguns votaram contra, mas no site da Câmara não há os registros.

Lembrando que essa é a segunda Moção de repúdio enviada aos citados, inclusive na primeira todos votaram a favor e segundo o próprio prefeito alguns vereadores da sua base eleitoral depois o procuraram pedindo desculpas, pois votaram erroneamente.

Fonte: Portal da Câmara de Vereadores de Leopoldina

NOTA DO SITE:

Não divulguei quem esteve presente e votou contra ou a favor por não estar presente a reunião esta semana.
snip_20170920124207


Deixe seu comentário

Posts relacionados