Novos casos de epizootias entram em investigação na Zona da Mata

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) divulgou na tarde desta terça-feira (21) um novo boletim sobre os casos de febre amarela. Novos casos de epizootias ( é uma doença que ocorre em uma população animal não-Homo sapiens, semelhante a uma epidemia em seres humanos) entraram em investigação nas cidades de Além Paraíba, Fervedouro, Goianá, Rio Novo e Visconde Do Rio Branco. Nenhum novo caso de febre amarela em humano foi confirmado ou entrou em investigação.

Além das novas cidades, seguem em investigação casos de epizootias nas cidades de Argirita, Belmiro Braga, Cataguases, Lima Duarte, Tocantins e Viçosa. Ainda entre os casos considerados como rumores estão as cidades de Espera Feliz, Faria Lemos, Tombos, Carandaí, Mar de Espanha, Matias Barbosa e Senador Cortes. Mortes de macacos foram confirmadas em Leopoldina, Ewbanck da Câmara, Juiz de Fora e Divino.

O novo boletim não inclui nenhum novo caso de morte ou investigação de febre amarela em humano nas cidades da Zona da Mata. Até o momento, um caso foi confirmado em Carangola, dois seguem em investigação em Espera Feliz e um em Orizânia. Em todo o estado, em seres humanos foram notificados 1.124 casos suspeitos em 92 municípios. Deles, 195 casos evoluíram para óbito, dos quais 123 foram confirmados para febre amarela.

Segundo informações publicadas no boletim desta terça-feira, em Minas Gerais o número total de municípios com epizootias confirmadas para febre amarela é de 102. Casos seguem sendo investigados em 122 municípios e há rumores em outras 149 cidades.

Fonte: G1 Zona da Mata


Deixe seu comentário

Posts relacionados