Policiais civis participam de Curso de Sobrevivência Policial

 Nos dias 26, 27 e 28 de junho, a Polícia Civil de Minas Gerais, por meio da Academia de Polícia Civil (Acadepol), realizou, em Juiz de Fora, o Curso de Sobrevivência Policial/TAP (Técnicas de Ação Policial). Vinte policiais civis do 4º Departamento de Polícia Civil (4º DEPPC), que abrange as Delegacias Regionais de Juiz de Fora, Ubá, Leopoldina, Muriaé e Viçosa, participaram do treinamento.
 Conforme o inspetor do Departamento Estadual de Operações Especiais (Deoesp) e professor da Acadepol, Marco Matos, a capacitação está sendo aplicada em todos os Departamentos da PCMG, com a finalidade de fazer com que os policiais civis operem, de forma mais eficiente, seus armamentos. 
  Segundo ele, o Curso de Sobrevivência Policial é divido em uso tático de pistola, uso tático de submetralhadora e noções de tomada de imóvel. “Essas noções, dentro da realidade da Polícia Civil de Minas Gerais, são as mais costumeiras no dia a dia do policial: cumprimos muitos mandados de busca e apreensão e de prisões dentro de imóveis, então, passamos técnicas para fazer com que essa tomada de imóvel seja mais segura para os policiais”, explicou.
  Para o Chefe do 4º DEPPC, Delegado-Geral Carlos Roberto da Silveira Costa, essa é mais uma capacitação de extrema importância e que muito contribui para o enfrentamento à criminalidade. “No final de novembro do ano passado, foi aplicado o curso de Treinamento de Operador de Pistola. 40 e Fuzil, no âmbito do Departamento. Neste ano, além de outras capacitações, também estamos participando de mais um curso, sempre buscando o aperfeiçoamento e a preparação diante das atividades policiais”, destacou, manifestando agradecimento à direção da Acadepol e à Chefia da PCMG pela iniciativa e estímulo, bem como à equipe responsável por aplicar as aulas, composta por Marco Matos, Sergio Lucilio, Raul Euclides e Valdecir Medeiros.
Fonte: PCMG

Deixe seu comentário

Posts relacionados