Quando alguns criticam alguns órgãos por fazer tratamento diferenciado de fatos, muitos não acreditam

Geralmente há muitos conflitos de informações e a população é bombardeada principalmente sobre a violência. Na realidade há uma distorção dos fatos ou uma manipulação da informação, todos sabemos que no Brasil há um grupo de pessoas que querem acabar com a Polícia Militar e criar a polícia civil subordinada diretamente ao poder público, mas num evento recente no estado de Espirito Santo, quando a Polícia Militar fez paralisação vimos o caos que se tornou o estado durante aqueles dias. No Rio de Janeiro vemos o crime organizado criando terror nas favelas, vendendo inclusive botijão de gás para os moradores pelo dobro do preço oficial e obrigando os mesmos a comprarem e não é raro darem o toque de recolher e se a Polícia age e mata alguém é destaque de violência.

Mas para provar como mortes de bandidos são tratadas de forma diferente, um policial me enviou duas manchetes do portal G1 e veja o tratamento:

juiz

pm

Em ambos os casos bandidos foram mortos, mas no caso do Juiz a manchete destaque que o mesmo reagiu ao assalto e dois criminosos são mortos e no caso da PM ela mata suspeito em assalto, ou seja, olha o destaque na manchete e isso dá a impressão que a Polícia Militar ou outra qualquer sempre mata não o assaltante, mas suspeitos e geralmente quando num confronto a polícia troca tiros e há mortes, a pessoa atingida ou é inocente, ou o caso ganha grande divulgação e se a bala for do revolver do policial ai há um clamor de revolta, mas quando o bandido mata uma pessoa ou a bala perdida parte dos bandidos não há um clamor tão grande, além do que o número de policiais mortos não chama tanta a atenção quanto o número de bandidos que são mortos. Geralmente a PM que defende a população é mais criticada do que a guerra civil que estamos vivendo, onde o crime organizado está tomando conta de todos os setores: público, político e da sociedade em geral, fazendo um comando paralelo e é claro os cabeças nunca são presos ou incriminados, pois há pessoas graduados e poderosos por trás.

Não estamos aqui ressaltando ou defendendo a ou b, na realidade a Polícia comete falhas e em alguns casos precisa ser fiscalizada, mas a generalização e a manipulação cria uma situação de inversão de valores: quem representa a lei é mais desvalorizado do que os que descumpre a lei.

NOTA DO SITE:

Qualquer radicalismo ou paixão desenfreada trás problemas, pois a vida é feita de equilíbrios e não podemos ter uma visão fechada para um lado, no caso de policia x bandido, de oposição ou situação na política, na religião e em todos os setores da vida.


Deixe seu comentário

Posts relacionados