Quatro casos de influenza A foram confirmados em Leopoldina, sendo com duas mortes

A Prefeitura de Leopoldina confirmou nesta quarta-feira (23) quatro casos de Influenza A na cidade em 2018. Dois pacientes morreram.

De acordo com a secretária Municipal de Saúde, Lúcia Gama, os subtipos da doença não foram detectados.

“Dos cinco casos suspeitos, temos a confirmação de que quatro foram de Influenza A, mas a Fundação Ezequiel Dias (Funed) não informa qual o subtipo do vírus”, disse.

A secretária afirmou que não pode informar se um dos óbitos confirmados por Influenza A foi o de um taxista, no início de maio.

“Por questões éticas, não divulgamos informações sobre a identidade dos pacientes. Podemos apenas destacar que, nos outros dois casos, um paciente se recuperou e teve alta. O outro está internado e reagindo bem aos medicamentos”, contou Gama.

Diante das confirmações, a secretária fez um apelo para que as pessoas compareçam aos postos de vacinação. “É importante que todos que estão nos grupos prioritários sejam imunizados. Aqui na cidade, nossa maior preocupação é com as gestantes – o grupo com a menor adesão até o momento”, explicou.

Esta notícia foi divulgada pelo portal G1 Zona da Mata

E bom ressaltar que em Cataguases também tivemos casos com óbitos pela mesma doença e segundo as informações as gestantes que fazem parte do grupo de risco é a que menos estão se vacinando, o que é preocupante. Há pessoas que acreditam que a vacina pode causar problemas, mas o índice comprova que a prevenção é a melhor coisa a se fazer, é claro que algumas pessoas podem ter alguma reação a vacina, sem gravidade.


Deixe seu comentário

Posts relacionados