Reunião ordinária da Câmara de vereadores de Leopoldina, dia 20 de março, Margarida Salomão faz emenda parlamentar de 250 mil para a saúde

Nesta segunda, dia 20 de março, aconteceu mais uma reunião ordinária da Câmara de Vereadores, se ausentaram e justificaram a falta o vereador Antonio Carlos Martins Pimentel e a vereadora Kélvia Raquel. Na mesma o prefeito respondeu vários requerimentos ligados a saúde, ao setor de obras, ao transporte coletivo urbano. Os teores das respostas por serem longas e alguns que são ofícios e dados que ficam internamente para os vereadores. Mas podemos citar que foi enviada aos edis a listagem de cargos comissionados (de confiança) bem como os respectivos salários, no transporte coletivo foi comunicado que o mesmo é feito através de concessões, e que não há informações sobre dados de horários, quantidade de ônibus e outros dados das empresas e que a fiscalização é feita pelo setor responsável e na correspondência a parte jurídica informou que no caso dos distritos, os serviços têm deficiências e que não houve como fazer a licitação dos mesmos, pois não se tem recursos para contratar empresa especializada para promover e organizar a licitação necessária, no caso de das empresas estarem regulares com os impostos municipais foi citado que Viação Leopoldinense, Balsamar e Leopoldina Turismo estão regularizados e a empresa Viação Abaíba tem pendências e não está regularizada junto ao setor fiscal da prefeitura.

Durante a reunião foi recebida uma correspondência da deputada Federal de Juiz de Fora, Margarida Salomão (PT) que disponibilizou para a saúde, se não estiver enganado direcionado para a Casa de Caridade Leopoldinense, emenda parlamentar no valor de R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais) e pediu que a câmara acompanhasse o processo de convênio com o Ministério da Saúde para que o dinheiro venha no seu devido tempo.

O CISUM enviou dados dos exames realizados nos municípios que atende, e que os médicos, laboratórios ou área de saúde estão situados em Leopoldina, de acordo com o requerimento do vereador Rosalvo.

O vereador Rogério Machado convidou os representantes da CASA LAR e a diretora da UEMG para esclarecer algumas dúvidas referentes as suas respectivas entidades.

Houve várias moções de aplausos a diversos setores, desde a imprensa ao radialista Júlio César Gonçalves, proposto pelo vereador Rosalvo Flauzino e outros apresentados pelo vereador Ferraz a setores da saúde e outros, em destaque para o médico Leopoldinense Dr. Antonio Marcio Junqueira Lisboa que recebeu um reconhecimento internacional por sua atuação na área da pediatria e outros como a provedora Vera Pires, o administrador do hospital Wolney Aguilar e outras pessoas diversas.

A reunião foi muito rápida, não houve vereadores inscritos para usar a palavra e se encerrou em pouco mais de 50 minutos de duração. Algumas pessoas presentes comentaram sobre o limite de menções de aplausos e pesar que deveriam ser limitadas em alguns números por vereador, em sessões, para não ficar cansativa e houve elogios a alguns requerimentos pedindo informações relacionadas às despesas com determinados setores inclusive gasto total com o carnaval e arrecadação dos tributos com barracas que funcionaram durante o reinado de momo, um assistente falou, isso sim é o papel do vereador fiscalizar e pedir informações.

A próxima reunião está marcada para terça feira, dia 21, às 18h15min horas na sede da Câmara.


Deixe seu comentário

Posts relacionados