Solidariedade uma palavra presente nas redes sociais, veja a história que aconteceu em Leopoldina

Neste sábado, dia 27 de maio, um fato aconteceu nas redes sociais que merece o registro. Uma senhora de pré nome Maria José pediu ajuda no facebook para que pudesse socorrer sua sobrinha que mora num sítio nas proximidades do distrito de Piacatuba.

Após o apelo ser lançado na rede e a procura por pessoas ligadas ao distrito um policial da reserva entrou em contato e foi até o local e constatou o seguinte: a senhora em questão mudou-se a pouco tempo para a região e seu marido sumiu há cerca de um mês e a deixou sozinha com seis filhos, sendo o menino mais novo com 8 meses e a filha mais velha com 7 anos de idade. Como a menina de 7 anos estava com febre e vomitando e ela não poderia sair e deixar os outros cinco meninos sozinho pediu socorro.

O policial se deslocou de Leopoldina até o sítio em questão e trouxe a família até a Casa de Caridade Leopoldinense para ser atendida e um prima da senhora as encontrou no local. Após o socorro médico ficou constatado que dos seis filhos dois estavam com uma gripe muito forte e um princípio de pneumonia. Imediatamente o Arthur solicitou ajuda, pois era necessário que se conseguisse agasalhos para as crianças, o apelo novamente foi lançado na rede social e duas pessoas de imediato se prontificaram a fazer doações sendo uma na Rua Cotegipe e outra na Rua Nossa Senhora Aparecida, Quinta Residência.

Arthur, que recebeu o apelido de anjo da guarda, foi até o local e buscou os agasalhos e retornou ao hospital, onde verificou que as crianças tiveram alta e o médico disse que há a necessidade de ser medicados para evitar o avanço da doença. Mais uma vez o pedido foi lançado na rede e a solidariedade se fez presente;

Pessoas da Praça da Bandeira, Bairro Imperador, Pinguda, Caiçaras, Mina de Ouro e quinta Residência se manifestaram e foi conseguido o valor dos medicamentos cerca de R$ 120,00 (cento e vinte reais) em espécie, dois medicamentos, fraldas e roupas para as crianças. E ainda no final uma pessoa doará uma cesta básica para a família.

A história que comoveu várias pessoas e foi compartilhada no facebook demonstra que o povo é solidário e quando chamado a ajudar se manifesta. Uma prova que as redes sociais não são só para críticas ou lazer e sim um instrumento de socorro e solidariedade.

Parabéns a todos os envolvidos e ao “Anjo da Guarda” que fez o seu papel e ajudou a essa família e as pessoas que anonimamente puderam ajudar a uma família que precisava.

O PM reformado informou que a senhora, mãe das crianças, por ser humilde e por ter vindo de outra cidade estava nervosa e aflita, acho que não esperava o retorno tão grande de seu pedido de socorro, pois com tantas demonstrações de insensibilidade, de pessoas tentando levar vantagens, quando nos deparamos com esses fatos notamos que ainda há esperança no ser humano.


Deixe seu comentário

Posts relacionados