Vereadores de Recreio adiam reunião que analisaria o aumento do funcionalismo público

Segundo o presidente da Câmara, Paulinho Pintor, “todos os vereadores, em comum acordo, decidiram adiar para quinta-feira (16). Pretendemos analisar junto com o prefeito a possibilidade de estender a revisão salarial para funcionários que atualmente estão recebendo o mínimo nacional, devido à defasagem dos últimos anos”, concluiu.

Há três anos que o funcionalismo municipal não recebia reajuste. Este fato acarretou a equiparação de alguns cargos ao salário mínimo. Conforme o projeto enviado à Câmara os servidores beneficiados pelo reajuste do salário mínimo nacional não recebem a revisão de 3,5%. Gratificações para conselheiros tutelares; subsídios para prefeito, vice-prefeito e secretários municipais; salários de agentes comunitários de saúde e de endemias; também não estão incluídos no projeto de lei nº 1.487/2017 (veja abaixo), de autoria do executivo.

A Câmara volta a reunir-se quinta-feira (16), quando será votado também o repasse financeiro ao Lar dos Velhos, no valor de R$ 1.500 mensais e as indicações dos parlamentares.

Caso seja aprovado no legislativo o reajuste dos servidores da Prefeitura será pago este mês.

Fonte: Pólis Recreio


Deixe seu comentário

Posts relacionados