“Você não respeita os mortos, quem dirá os vivos”, frase que foi dita por autoridade que serve para o mesmo na questão do cemitério

Em 2010 o atual prefeito de Leopoldina em sua gestão na época fez uma afirmação para mim, quando da comemoração dos 60 anos de SESI Nacional: “Você não respeita os mortos, quem dirá os vivos”. O fato ocorreu porque um programa de rádio na época teria divulgado que a foto do então seu pai, que tinha dado o nome a unidade de Leopoldina, teria sido jogada no lixo da unidade. Pois o mesmo ficou por mais de 60 dias exposto em um painel que contava a história da entidade com registros fotográficos. Após a retirada da exposição a foto foi guardada e depois de tal acusação foi devolvida ao prefeito. E antes que digam que não estou inventando tenho testemunhas do fato vivas para comprovar.

Como eu sempre falo que a vida é uma roda gigante e a história demonstra que há giro e os fatos se repetem sem querer e agora faço a mesma pergunta ao atual prefeito: “Você não respeita os mortos, quem dirá os vivos”, pois a situação do Cemitério da cidade é um caos, ai vem os defensores dizendo que os túmulos são de responsabilidade dos familiares, até concordo, mas chega ao ponto de deixar ossos na aparência, no mínimo é um desrespeito. É claro que a Prefeitura e o poder publico não poderia fazer um túmulo bonito, mas pelo menos fechá-lo com tijolo e cimento para não se deixar tão acabado é o mínimo que se esperava.

Mas não é só isso a falta de recursos para a manutenção do cemitério em si é visível com falta de muros, corredores bem cuidados e outros fatos denunciados pela rede social e muito criticada por várias pessoas. Há tempos que o cemitério vem precisando de uma manutenção, ressaltamos que não é problema só desta administração, pois administração pública é continuidade,  ou seja, um governo após o outro se alternando e cuidando do que está pronto e tentando fazer algo novo. Mas pelo número de seus mandatos, grande parte pode ser colocada em sua conta.

Falta recursos? Sim mas tivemos verba de repatriação, onde foi investida? Será que é melhor dar pão e circo ao povo é melhor do que cuidar e dar manutenção ao que existe, fazer o feijão com arroz. Enfim a vida nos ensina que acusações infundadas com objetivos políticos, ou não, que aqui se faz, aqui se paga. Aguardamos uma resposta, não com agressões ou ameaças, mas com medidas práticas e de solução, pois o homem público é funcionário do povo e tem que saber absorver as críticas e os elogios e acima de tudo respeitar o dinheiro público.

É bom ressaltar que as vezes a culpa não é do funcionário e sim da falta de recursos, há setores públicos que o funcionalismo se supera.

Fotos de Katsumi Dan nas redes sociais:

cemiterio 1

Tumulo do Poeta Augusto dos Anjos, só é lembrado quando há comemorações é a verdadeira história só para inglês vê

Tumulo do Poeta Augusto dos Anjos, só é lembrado quando há comemorações é a verdadeira história só para inglês vê

Cemitério.cemitério3 cemitério4 cemitério5 cemitério6 cemitério7 cemitério8


Deixe seu comentário

Posts relacionados